16 de outubro de 2012

Após suspeita de fraude, TRE aprova eleição em Sentinela do Sul, RS

Candidato do PTB denunciou que havia duas urnas violadas na cidade.
Na presença de candidatos, técnicos do TRE não constataram problemas.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não identificou problemas em duas urnas eletrônicas que aparentavam suspeita de fraudes nas seções 28 e 84 da Zona Eleitoral de  Sentinela do Sul, na Região Centro-Sul do Rio Grande do Sul. Os equipamentos foram abertos nesta quinta-feira (11) no cartório eleitoral de Tapes, na mesma região, na presença dos três candidatos que disputaram a eleição e de autoridades da Justiça. Após nenhuma irregularidade ter sido apontada, a eleição foi aprovada.

Com um programa específico aprovado pelo Ministério Público, técnicos do TRE fizeram uma auditoria nos sistemas. Depois reimprimiram os boletins, compararam com os emitidos no domingo, analisando o número de votos e o horário de encerramento da votação em cada urna, que teria de ser 17h. A checagem durou cerca de uma hora e foi acompanhada de perto pela promotora Carla Flores Soares e pelo juiz eleitoral de Tapes.

“A urna tem sistemas de segurança que acusam qualquer tentativa de fraude. Qualquer coisa que tivesse sido feita fora dos padrões ficaria registrada, como por exemplo, a continuidade da votação depois das 17h”, afirma Daniel Wobeto, secretário de tecnologia do TRE.

A suspeita era de que os lacres das duas urnas tivessem sido violados. A denúncia foi encaminhada à Justiça Eleitoral, ainda no domingo, pelo candidato Airton Stein, do PTB, que ficou em segundo lugar na eleição. Nesta quinta, ele não quis explicar que tipo de fraude poderia ter acontecido com as urnas, alegando que não tinha provas. E se disse surpreso com a repercussão do caso. “As câmeras de segurança do local onde estavam as urnas não gravaram”, alegou o político, que nem sequer conferiu de perto os boletins comparativos apresentados pelo chefe do cartório.

No último domingo (7), assim que a votação terminou, os boatos sobre uma possível fraude começaram a circular pela cidade, que tem 4.350 eleitores. O clima ficou tenso. Segundo o Ministério Público, os mesários sofreram ameaças e intimidações. “Essas pessoas estavam se sentindo constrangidas porque chegavam nelas e diziam: tua urna é que foi violada”, declarou a promotora.

O candidato Julio Cesar Carvalho, do PP, venceu as eleições por apenas 227 votos de diferença. Depois de acompanhar a auditoria nas urnas, ele se disse aliviado. “Ficamos felizes por ter acabado tudo certo, e ter sido tirada qualquer dúvida sobre a lisura do processo eleitoral”, disse o prefeito eleito. A manifestação final da Justiça Eleitoral sobre o caso deve acontecer na próxima segunda-feira (15).

Fonte: http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/eleicoes/2012/noticia/2012/10/apos-suspeita-de-fraude-tre-aprova-eleicao-em-sentinela-do-sul-rs.html

1 comentários:

Milton Dutra on 15 de junho de 2014 10:57 disse...

A fraude não é feita por violação física, mas por inserção de comandos nos códigos chave do computador. Ainda há a possibilidade comprovada de interceptação de envio de dados e os arquivos que deveriam ser "invioláveis" podem ser facilmente substituídos. Veja outros dados e linsks no "canaldootario.com.br" ou no You Tube.

Postar um comentário

Gostou do que encontrou aqui?
Então fique à vontade para fazer seu comentário. E não se esqueça de recomendar aos amigos.
Seja bem-vindo e obrigado pela visita!

A moderação está habilitada, assim, seu comentário só será publicado após aprovação do Administrador.

 

Visitantes On-line

free counters

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Widget Códigos Blog modificado por Dicas Blogger

Fraude Urnas Eletrônicas – FUE

Desde 05/12/2008. Plataforma: Blogger

Home .:. Contato .:. Política de Privacidade

Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template